sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

PREVENÇÃO DE TRAGÉDIAS ATRAVÉS DE SIRENES - POPULAÇÃO DE ÁREA DE RISCO SERÁ AVISADA DO PERIGO.


O prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes apresentou nesta sexta-feira, no Morro do Borel, (Tijuca – Zona Norte) a primeira das aproximadamente 60 sirenes que serão instaladas em comunidades para alertar a população sobre riscos de deslizamento e desabamento em caso de chuvas fortes.

Os equipamentos serão instalados nos locais mapeados pela Geo-Rio, que identificou pontos com alto risco de deslizamento em 117 comunidades da Capital.

Acompanhado pelo subsecretário de Defesa Civil, coronel Sérgio Simões, e pelo secretário de Habitação, Jorge Bittar, o próprio prefeito Eduardo Paes deu as instruções aos agentes de Defesa Civil, que estão encarregados de passar as orientações aos moradores da comunidade.

O prefeito disse que o sistema de alarme representa a ponta de todo um trabalho da prefeitura no sentido de assegurar a diminuição dos riscos de pessoas ficarem soterradas em caso de chuva forte. ”Além disso, contamos com um centro de operações moderno, com equipamentos de última geração - disse o prefeito”.

O Centro de Operações Rio será responsável por monitorar o índice pluviométrico de cada região, e vai acionar a sirene diretamente de sua sede, sempre que necessário. No caso do Morro do Borel, as famílias que tiverem de deixar as suas casas serão encaminhadas ao Ciep Antoine Magarinos, na Rua São Miguel.

A iniciativa da prefeitura do Rio é de fato muito importante. Além das sirenes, 1875 agentes de Saúde e Defesa Civil e 300 líderes comunitários estão recebendo capacitação para atuar nas primeiras ações em situações de chuvas, alagamentos, deslizamentos de encosta e risco de desabamento.

<>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA