sexta-feira, 16 de maio de 2014

JOVEM MORTO EM MANGUINHOS TEM CORPO SEPULTADO SOB PROTESTOS E EMOÇÃO

VIOLÊNCIA SEM FIM !
Johnatha de Oliveira, 19 anos levou um tiro nas costas durante um confronto entre PMs e traficantes na Favela de Manguinhos. Não há uma certeza do que ocorreu, mas, a versão de que o jovem seria desertor do exército e ligado ao tráfico não foi confirmada. Tudo indica que ele foi vítima, MAIS UMA VÍTIMA, da violência que ainda impera mesmo nas comunidades ditas "PACIFICADAS".
=============================

Familiares protestaram. Polícia ouviu 15 pessoas e pode fazer reconstituição de crime em favela
HERCULANO BARRETO FILHO

No funeral, dezenas de amigos usavam camisetas com fotos de Johnatha estampadas. A pedagoga Ana Paula Gomes de Oliveira, de 37 anos, mãe do rapaz, ficou a maior parte do velório ao lado do caixão. 

“Não vou deixar que fiquem denegrindo a imagem do meu filho. Ele é a vítima, não é bandido! Atiraram e o deixaram caído no chão”, desabafou, emocionada. Johnatha tinha o seu próprio quarto há apenas sete meses, quando a família se mudou para uma casa maior.

Ele deixou o Exército em dezembro do ano passado e ajudava a mãe a cuidar da bisavó, que é cadeirante e tem 86 anos, e de uma tia com deficiência visual. “Era ele que a pegava no colo para levar ao banheiro. Era um menino carinhoso”, lembrou a avó Maria José. Amigos criaram uma página no Facebook chamada ‘Eterno Johninha’, que teve 482 curtidas até o fim da noite desta quinta. 

Moradores contam que houve um tumulto com policiais da UPP, que chegaram a ser apedrejados. Mas, segundo eles, Johnatha apenas passava pelo local na hora da confusão, quando foi atingido ao correr em meio aos tiros dados pelos PMs.

Fonte/Resumida - O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA