domingo, 9 de março de 2014

MÉDICOS CONDENADOS POR ENVOLVIMENTO EM TRÁFICO DE ÓRGÃOS SÃO LIBERTADOS EM MINAS GERAIS

Os médicos Celso Roberto Frasson Scafi e Cláudio Rogério Carneiro Fernandes, condenados pela Justiça por envolvimento em tráfico de órgãos e tecidos humanos, foram soltos da prisão na noite desta sexta-feira (7), na cidade de Poços de Caldas (a 470 km de Belo Horizonte).

A dupla foi beneficiada por um habeas corpus concedido pela 1ª Câmara Criminal do TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais). Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social, os alvarás de soltura foram apresentados pelos advogados de defesa deles no presídio de Poços de Caldas, sendo que os dois foram liberados por volta das 19h30. Scafi e Fernandes estavam presos no local desde o dia 6 do mês passado.

Eles foram condenados após terem sido considerados responsáveis pela morte do menino Paulo Veronesi Pavesi, em 2000.

Scafi e Fernandes pegaram, respectivamente, 18 anos e 17 anos de reclusão em regime fechado. A sentença é do juiz da 1ª Vara Criminal de Poços de Caldas, Narciso Alvarenga Monteiro de Castro. No entanto, após o alvará de soltura, os médicos vão aguardar em liberdade o trâmite do recurso feito contra a decisão do magistrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA