terça-feira, 26 de março de 2013

Petrópolis pede ajuda de R$ 100 milhões para reconstruir a cidade




Akemi Nitahara - Agência Brasil
Petrópolis – A prefeitura de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, pediu ajuda de R$ 100 milhões para reconstruir a cidade após as fortes chuvas de domingo passado (17), que deixaram 33 mortos e mais de mil desabrigados e desalojados. De acordo com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, os detalhes da ajuda federal serão definidas na quarta-feira (27), em uma reunião em Brasília.

O prefeito Roberto Bontempo informou que foi entregue um diagnóstico parcial sobre os estragos para a presidenta Dilma Roussef. De acordo com ele, o município precisa imediatamente de R$ 12 milhões para as obras mais urgentes. “A gente tem que trabalhar com planejamento para modificar a realidade urbana das cidades. A gente acha que os R$ 100 milhões é para consertar a cidade, reconstruir a cidade de uma maneira geral, que é um passivo muito grande que ficou. E R$ 12 milhões são emergências para a cidade poder voltar à normalidade”, declarou.

A presidenta Dilma Rousseff, o ministro Fernando Bezerra, o prefeito Roberto Bontempo, o governador Sérgio Cabral e o secretário nacional da Defesa Civil, Humberto Viana, participaram de uma missa em memória das vítimas da tragédia. Dilma cumprimentou os parentes dos mortos.

Durante a missa, o arcebispo de Petrópolis, dom Gregório Paixão, disse, em seu sermão, que as pessoas só ocupam as áreas de risco por falta de opção melhor de moradia. Ele cobrou das autoridades medidas para evitar a repetição da tragédia.

“Agora, o que todos esperamos é justiça. Portanto, irmãos e irmãs, mãos à obra, para que no ano que vem não estejamos aqui de novo nessa mesma situação, chorando pelo sangue dos inocentes perdidos na lama novamente”, ressaltou.

Um grupo de jovens que faziam uma manifestação do lado de fora conseguiu entrar na igreja e exibir cartazes com frases como: “Mais ação e menos omissão”.

Edição: Aécio Amado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA