segunda-feira, 21 de setembro de 2015

INFERNO EM COPACABANA - 40 GRAUS, CAOS COM ARRASTÃO E CONFRONTO ENTRE "JUSTICEIROS E BADERNEIROS"

SECRETÁRIO MARIANO BELTRAME RESPONSABILIZA JUSTIÇA PELA "INAÇÃO" POLICIAL
FOTO - O DIA
 Apesar do APARATO POLICIAL, o número altíssimo de pessoas nas areias ou circulando pela ORLA da Zona Sul, em especial COPACABANA, LEBLON e IPANEMA, ocorreram inúmeros casos de ARRASTÃO ou ALARMES FALSOS que provocaram correrias. Foram vários ainda, os casos de roubos e furtos, e de gangues que cercavam pessoas nas calçadas ou promoveram saques em PADARIAS, LANCHONETES, FARMÁCIAS e MERCADOS.

A repressão por parte da Polícia Militar é uma tarefa difícil, e que vai exigir além de mais PLANEJAMENTO e AUMENTO DE EFETIVO, uma integração com a JUSTIÇA da áreas que cuida de CRIANÇAS e ADOLESCENTES, além de órgãos do ESTADO e Município, voltados para as ações sociais.

UM SINAL de ALERTA para o rumo PERIGOSO em que estamos indo, foi a ação de JOVENS - chamados JUSTICEIROS da Zona Sul - que resolveram AGIR como se tivessem direito e competência de chamar para SI a responsabilidade de PUNIR os possíveis assaltantes e baderneiros por eles encontrados ou assim identificados. A reação, que no fundo ganha espaço e até apoio nas redes sociais, diante da falta de AÇÃO do poder PÚBLICO, sinaliza que estamos diante de uma possibilidade de banho de sangue, com linchamentos e ou crimes de morte, com a radicalização das ações dos dois lados. 

A JUSTIÇA precisa sair de seu comodismo de gabinetes refrigerados, ir para a RUA, montando uma CENTRAL de PLANTÃO na ORLA, e a PREFEITURA e o ESTADO, pensar em conjunto, ações de REFORÇO POLICIAL e atuação na ORIGEM do PROBLEMA, que está na MISÉRIA e ABANDONO dessas crianças e jovens, que acabam enveredando pelo descaminho de ações criminosas.

Não é JUSTO que quem mora na ZONA SUL e quem quer ir à praia no final de SEMANA, se veja assim sitiado e cerceado em seu direito de IR e VIR. É preciso garantir a quem mora na ZONA NORTE o mesmo direito. Faz-se necessário, portanto, identificar e apreender os menores e prender os maiores, que entre os cidadãos, desejam roubar e praticar atos de vandalismo. Quanto aos justiceiros, eles não parecem ser muito melhores que os baderneiros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA