segunda-feira, 1 de julho de 2013

MANIFESTANTES ENFRENTAM POLÍCIA MILITAR NA BATALHA FINAL DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

BBN/Fotos Agência O Dia

Graças ao pequeno número de manifestantes (aproximadamente 1.000), um número menor do que o contingente de policiais, a manifestação de ontem à noite no entorno do Maracanã, não teve consequências mais graves, ainda que se lamente o número de feridos (dos dois lados). 

Confronto na Tijuca termina com manifestantes e PMs feridos
Enquanto Brasil dava show no Maracanã, PMs e manifestantes se enfrentaram no entorno
ALESSANDRO LO-BIANCO , CAIO BARBOSA , CARLOS BRITO , CARMEN LUCIA , KARINA MAIA E MARIA INEZ MAGALHÃES


Rio - Enquanto o Brasil dava um show de futebol vencendo a Espanha no Maracanã e conquistando o título da Copa das Confederações, do lado de fora do estádio as cenas eram de horror. Policiais e manifestantes, que entraram em confronto pouco antes de a partida começar, se enfrentaram na esquina da Avenida Maracanã com a Rua São Francisco Xavier até o início do segundo tempo, quando a situação foi controlada. O clima, no entanto, ficou tenso até o fim do jogo.

Um helicóptero da PM ajudou no patrulhamento, assim como a Força Nacional. O resultado foram vários manifestantes e dois PMs feridos, além de 17 coquetéis molotov apreendidos. Apesar do tumulto, ninguém foi preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA