sábado, 12 de janeiro de 2013

GRANDE MÉIER GANHA UPP NO COMPLEXO DE LINS DE VASCONCELOS

ORDEM NATURAL DO MAPA GEOGRÁFICO E DE VIOLÊNCIA NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO.


A voz da razão falou mais alto e a Secretaria de Segurança entendeu que após instalar UPPs em Manguinhos e Jacarezinho, era FUNDAMENTAL entrar e ocupar o Complexo de Favelas do Lins, para onde migraram vários traficantes que vem aterrorizando a região do Grande Méier e cometendo inclusive vários homicídios no rastro de suas ações criminosas.

É um alento saber que até o fim do ano de 2013, o processo de retomada do território de várias comunidades hoje em mãos de criminosos, sejam milicianos ou traficantes, vai chegar até a região de Quintino, passando por Piedade, Água Santa, Engenho de Dentro, Todos os Santos e Méier.

Quem sabe assim, no período de véspera de Natal, nós não tenhamos na REGIÃO, tantas tragédias, tantas  vítimas feridas e vidas ceifadas por balas criminosas, como tivemos no ano de 2012.

Grande Méier fura fila da pacificação e terá UPP até junho
Complexo do Lins ganhará bases, após Manguinhos e Jacarezinho
POR FLAVIO ARAÚJO
VANIA CUNHA


Rio - A Secretaria de Segurança fechou o planejamento das novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) para o primeiro semestre deste ano. A previsão é que, após a inauguração das bases no Jacarezinho e Manguinhos, na próxima quarta-feira, o Lins de Vasconcelos seja o próximo alvo. O bairro do chamado Grande Méier passou à frente do Complexo da Maré por causa dos repetidos casos de balas perdidas e aumento de assaltos na região.

Matéria de O Dia - Leia + AQUI

ENTENDA A QUESTÃO
BANDIDOS ATACAM PATRULHA DA PM E MATAM JOVEM DENTRO DE TAXI NO LINS DE VASCONCELOS

25 comentários:

  1. A população, a sociedade precisa estar muito atenta em todo esse esforço de pacificação, tão duro e sofrido. Haja visto que, basta colocar um "governo" como Alckmim/Serra/FHC e lacaios, sorrateiramente eles, com a inestimável ajuda da direita "amiguinha" midiatica, PODEM COLOCAR TUDO ISSO A PERDER. Eles agem no calar da noite, nas madrugadas tempestuosas para desativarem tudo. TODO CUIDADO É POUCO! (H.Pires)

    ResponderExcluir
  2. Os cara vão tomar a caixa d agua e o 18 e a saçu vai vermelhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha os cara sao uns pateta mesmo.Envez de fica no sapatinho vendendo,nao comessaram q explana q tem poder belico e a fazer merda.Bem feito agora vao virar medigos e catadores de latinho.O pessoal daqueles morros sao de outro planeta acham o trafico é quem manda na area.Eles sao burros e idiotas(claro os moradores envolvidos).Aquele baile da arvore seca vai acaba,deus ouviu a oracao dos moradores de bem.agora dos vao poder dormi nos finais de semanas.iiiiuuuupiiii.kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. obaaaaaaaaaaa.... fim do baile funk da cachoeirinha!!!!

    ResponderExcluir
  4. A Pacificação no Complexo do Lins vai ser uma das mais difíceis, devido ao alto grau de comprometimento dos policiais do 3º BPM com os traficantes daquela localidade. É Público e notório que diversas viaturas circulam pelas ruas que margeiam as Comunidades que compõem o Complexo do Lins, em busca do popular "arrego". Os policiais não tem pudor nenhum em se resguardarem e ficam rodeando as ruas até receberem o "malote". Sem contar o que arrecadam dos mototaxistas, gatonet e gás. Um Escândalo.

    ResponderExcluir
  5. També Ganham Muito Dinheiro para deixarem Os Bailes rolarem à Vontade. Tudo com o conhecimento e a benção do Comandante.

    ResponderExcluir
  6. Valdomiro

    Suas afirmações são graves. Você é responsável pelo que comenta, pelo teor do que diz e pode vir a ser chamado a ter de comprovar isso. Espero que tenha consciência do fato e das implicações do que afirma. De toda sorte,sendo isso verdadeiro, aí está o seu comentário publicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São graves, porém verdadeiras...
      Desde muito tempo viaturas param na esquina das ruas Dona Francisca e Cabuçu pra recolher o arrego do baile...

      Agora nem isso, os traficantes estão vendendo drogas livremente com mesa na rua, os crackudos estão perambulando pelas ruas e praticando roubos na região do Méier...

      O amigo não precisa provar nada, basta chegar por lá em um final de semana e observar o que ele flaou...

      Excluir
  7. retificando

    De toda sorte, sendo isso verdadeiro ou não, aí está seu comentário publicado.

    ResponderExcluir
  8. não vejo a ora dessa vagabundagem sumir daqui, não aguento mais esse baile funk de domingo para segunda, tem policiamento todos os dias, no dia do baile vc não ve uma viatura, tem mto dinheiro rolando por tras disso

    ResponderExcluir
  9. Ta é na hora de essa UPP vim pra Caxias que aqui já está demais passando dos limites !

    ResponderExcluir
  10. Cade a upp do lins, hoje tm baile funk e ninguém faz nada. Pois impedem os moradires a saírem de casa fecham a rua e ninguém faz nada. Desde tarde começa a colocar ingradados de bebidas, e ninguém faz nada cade a policia para reprimir isso? Cade o governador, o prefeito, as autoridades competentes? se é pra instalar upp tudo bem nas não ter nem um policiamento na rua dona francisca é demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a arvore ceca tipo colombia ,conecçao com paracambi tudo 2

      Excluir
    2. melhor baile do rio baile do amor muita piranha

      Excluir
  11. A situação no Lins, Méier e Encantado está caótica.

    As duplas de bandidos em motos circulam livremente pela região, sem qualquer tipo de repressão por parte da polícia.

    Nem precisava pacificar se a polícia ficasse de prontidão nas entradas e saídas das FAVELAS da região. 99,99% dos assaltos são cometidos por duplas de meliantes em motos.

    Transporte alternativo e Gatonet rolam são outros problemas sérios na área!

    Duvido que as UPPS resolvam os problemas da região!

    ResponderExcluir
  12. O lins esta largado, isso sim...e quebra mola e baile funk...os meliantes e que mandam na cidade e não o Sergio cabral.

    ResponderExcluir
  13. Somos reféns, somos os prisioneiros. Pagamos impostos, somos pessoas do bem, mas não temos direito de viver. Ontem eu e meu namorado tivemos que correr na rua Hemengarda para não sermos vitimas da violencia, pois os bandidos vieram em dupla atrás da gente, com uma viatura parada na rua Isolina, eles não tem medo, respeito ou qq receio de morte.Da minha janela vejo assaltos, cracudos se drogando, bandidos de carros, motos e a pé...rua Cabuçu, Rua Lins, Araujo Leitão, todo o grande Méier virou uma faixa de Gaza. Estamos sobrevivendo ao medo e ao descaso do poder publico. A única saída é extermínio de bandido, é a única saída.

    ResponderExcluir
  14. Cade a upp do lins, hoje tm baile funk e ninguém faz nada. Pois impedem os moradires a saírem de casa fecham a rua e ninguém faz nada. Desde tarde começa a colocar ingradados de bebidas, e ninguém faz nada cade a policia para reprimir isso? Cade o governador, o prefeito, as autoridades competentes? se é pra instalar upp tudo bem nas não ter nem um policiamento na rua dona francisca é demais!

    ResponderExcluir
  15. O RJTV falou que iria tirar a baricada da rua araujo leitão no dia 2/5/2013 como dizia a reportagem mais até hoje nada!
    http://globotv.globo.com/rede-globo/rjtv-1a-edicao/v/barricada-e-flagrada-em-rua-do-lins-do-vasconcelos/2550342/

    ResponderExcluir
  16. estou precisando de policia hoje na rua dona francisca pela pertubação da ordem cade a justiça?
    na verdade estão patrocinando o trafico pois mais de 200 bandidos possivelmente procurado estão aqui e agora!

    ResponderExcluir
  17. O morro do amor, no Lins, é só ódio. É cercado por 4 ruas: Dona Francisca, Cabuçu, Baronesa de Uruguaiana e Zizi. Sendo que nas menos movimentadas, que são a Francisca e a Zizi, o tráfico reina, isso porque sempre reinou dentro das nossas favelas e próximo às nossas casas. Tem até banca de drogas na rua, à luz do dia, como uma feira, com traficante gritando a todo pulmão: "Vem cheirar! Olha o pó de vinte! Olha a pedra de dez!". Sem contar as motos que passam com bandidos portando fuzis. Quem é obrigado a passar pelo local tem que testemunhar o descaso do estado, que prometeu uma UPP até JUNHO e já estamos em JULHO. Casos de repressão à moradores já estão ficando frequentes e tememos pela nossa segurança. Tudo ficou muito pior para os moradores das favelas do Lins com a ocupação do Jacarezinho e do Alemão. Temos lixo espalhado pelas ruas, barricadas para evitar a ação da polícia (como se fosse adiantar), carros destruídos pela calçada, quebra-molas nas ruas, esgoto a céu aberto (há um boeiro na dona Francisca que parece que nunca foi desentupido). Estamos vivendo como porcos, no meio de lixo e esgoto.

    ResponderExcluir
  18. Minha tia dizia que algum dia a bandidagem do morro iria vir para o asfalto. Bem, ela estava certo. Na esquina com Dona Francisca e Cabuçú as drogas viraram balção de feira. Nos Dias de Baile vendem em tabuleiro drogas das mais variadas, nessa esquina.E a viatura do terceiro batalhão passa ao lado nada faz.Os cracudos estão roubando, sujam as calçada e fazem arruaças de dia e de noite.Quero a UPP já....Governador nos ajudem .

    ResponderExcluir
  19. Hoje é dia 2 de Setembro e continuamos a sofrer com o descaso imposto à Região do Grande Méier, pelos nossos governantes. Assaltos, usuários de crack proliferando numa velocidade assustadora e perambulando pelas ruas e os Bailes Funk atormentando os moradores às sextas, sábados e domingos até as 7h.
    Até no facebook temos páginas dos Bailes Funk, como o Baile da Árvores seca, onde se verifica claramente a apologia ao crime e a pornografia.
    Triste Méier...
    Cadê a UPP, Cabral?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA