quinta-feira, 25 de outubro de 2012

PROFESSORA SOFRE MAL SÚBITO E MORRE EM SALA DE AULA APÓS SER AGREDIDA POR ALUNO DE OITO ANOS

UMA REALIDADE CRUEL E ALARMANTE DA VIOLÊNCIA EM SALA DE AULA - Observem a porta de entrada - CHEIA DE GRADES - PARECE MAIS COM A PORTA DE UM PRESÍDIO


Segundo familiares a Professora estava prestes a se aposentar e apresentava problemas de saúde como hipertensão e depressão. De certo, em tais condições, é bem provável que não deveria estar em sala de aula, o que não ameniza a gravidade do fato, em que uma criança - aluno - e de apenas 8 anos - sustenta uma discussão e agride a sua professora. 


Professora morre após discutir com aluno

São Paulo - Uma professora morreu ao discutir com um aluno de 8 anos em sala de aula, na Escola Estadual Jandyra Neri Gatti, em Araraquara (SP). Izabel Cristina Sampaio, de 50 anos, passou mal na manhã desta terça-feira quando o aluno a teria agredido.

De acordo com o Conselho Tutelar, o aluno teria um comportamento agressivo e estava sob acompanhamento médico. Ele foi retirado da escola e estregue à mãe.

O caso foi encaminhado à Promotoria da Vara da Infância e Juventude de Araraquara.

LEIA + AQUI - O Dia
http://odia.ig.com.br/portal/brasil/professora-morre-ap%C3%B3s-discutir-com-aluno-1.506624

Um comentário:

  1. Sou professor universitário, mas lecionei em colégio da Rede Estadual. O problema é muito sério, pois a maioria dos políticos estão preocupados apenas com a eleição ou reeleição. O problema tem solução muito fácil, basta criar um regimento que aponte deveres e direitos de professores e alunos, pois a escola pública brasileira é a única instituição que não existe "Regimento". Qualquer "BODEGA DE ESQUINA" tem normas com direitos e deveres.
    Luiz Vieira.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA