terça-feira, 29 de janeiro de 2019

BOLSONARO E AS MILÍCIAS - Sem o trabalho do Coaf, já teríamos milicianos fazendo churrasco no Palácio

NÃO DEIXE DE LER
BOLSONARO E AS MILÍCIAS - Celso Rocha de Barros

IMPRENSA LIVRE É FUNDAMENTAL - E IMPRENSA LIVRE É A QUE ABRE ESPAÇO PARA TODAS AS FORMAS DE PENSAMENTO E  QUE NÃO ESCONDE INFORMAÇÃO E NÃO VETA OPINIÃO.

Por: Colunista da Folha.com

domingo, 27 de janeiro de 2019

JANAÍNA PASCHOAL RODA BAIANA E BATE EM BOLSONARO, FLÁVIO, MOURÃO E COMPANHIA

A "INDOMÁVEL" 

A advogada, professora universitária e deputada estadual do PSL Janaína Conceição Paschoal, eleita com mais de dois milhões de votos, disse ao Estado, em entrevista na última segunda, 21, que:


>>> O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, "tem todo o direito à defesa, a entrar com todas as medidas, mas me parece complicado ver uma reação parecida com a que foi a do Aécio (Neves), e com a que é a do Lula até hoje".


>>> "Foi um erro" o senador ter concordado com o pedido ao Supremo Tribunal Federal para que suspendesse a investigação.

>>>  Sobre o momentoso caso do filho do general da reserva Hamilton Mourão, vice-presidente da República, promovido com o triplo do salário no Banco do Brasil, que já havia criticado de passagem em sua conta do Twitter. "Fiquei chocada", disse na entrevista. "Não pela promoção em si, porque não é ilícito, mas porque é incompatível com o que a gente quer. Mostra mais permeabilidade do que deveria haver. Não deveria nem passar pela cabeça do general".


Na verdade tem muito mais, e Janaína esculacha o governo Bolsonaro

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

FLÁVIO BOLSONARO FOI SERVIDOR FANTASMA EM BRASÍLIA - DENÚNCIA DA BBC

Flávio Bolsonaro foi funcionário fantasma, apura agência britânica de noticias.
Segundo a BBC, o filho de Jair Bolsonaro era lotado como assistente técnico de gabinete na liderança do PPB, partido pelo qual o atual presidente da República havia sido eleito para seu terceiro mandato na Câmara. Segundo as instituições, ouvidas pela agência britânica, todas as ocupações de Flávio exigiam presença física.

Por Redação – de Londres e São Paulo

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) já foi funcionário fantasma da Câmara dos Deputados, entre 2000 e 2002. A notícia, estampada em inglês na edição desta quinta-feira da agência britânica de notícias BBC, revela que, aos 19 anos (ele nasceu em 1981), o ex-chefe do policial militar reformado Fabrício Queiroz, envolvido em uma investigação federal, acumulava três ocupações em duas cidades diferentes: uma faculdade presencial diária de Direito e estágio voluntário duas vezes por semana, ambos no Rio de Janeiro; e um cargo de 40 horas semanais, na Câmara, em Brasília.

Segundo a BBC, o filho de Jair Bolsonaro era lotado como assistente técnico de gabinete na liderança do PPB, partido pelo qual o atual presidente da República havia sido eleito para seu terceiro mandato na Câmara. Segundo as instituições, ouvidas pela agência britânica, todas as ocupações de Flávio exigiam presença física.


Em seu perfil na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Flávio cita a faculdade e o estágio em seu histórico, mas não faz referência ao cargo parlamentar. A ocupação na Câmara consta, porém, na declaração do Imposto de Renda dele, em 2001, entregue à Justiça Eleitoral.
Cargo


O mesmo cargo comissionado foi ocupado antes por outro membro da família de Jair Bolsonaro: Ana Cristina Siqueira Valle, que era mulher dele e deixou o cargo uma semana antes de ser substituída pelo marido.

As normas da Câmara determinam que essas funções somente poderão ser exercidas por funcionários residentes em Brasília. 

À BBC, por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), a Câmara dos Deputados afirmou que os cargos de natureza especial, como o ocupado por Flávio nos anos 2000, “têm por finalidade a prestação de serviços de assessoramento aos órgãos da Casa, em Brasília. Desse modo, não possuem a prerrogativa de exercerem suas atividades em outra cidade além da capital federal”.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

FUX DEU ! LIMINAR PARA IMPEDIR INVESTIGAÇÃO DE ASSESSOR DE FILHO DE BOLSONARO

PERIGO DE "FEDER" PARA TODA A FAMÍLIA 

QUEIROZ NÃO FOI SE EXPLICAR AO MINISTÉRIO PÚBLICO

A MULHER E AS FILHAS TAMBÉM NÃO FORAM

O FILHO DO BOLSONARO (FLÁVIO) TAMBÉM NÃO FOI

TODOS FUGIRAM DE SE EXPLICAR AO MINISTÉRIO PÚBLICO.


A AFRONTA À OPINIÃO PUBLICA E AO MINISTÉRIO PÚBLICO, diante de uma MOVIMENTAÇÃO DE DINHEIRO absurda e desproporcional que foi DESCOBERTA PELO COAF, acabou sendo PREMIADA pelo STF.

Agora, somente quando o SUPREMO voltar do recesso é que as chances da INVESTIGAÇÃO CRIMINAL prosseguir voltam a existir.

Por ora, permanece a opção dos envolvidos de alguma forma no caso, em NÃO DAR as explicações que seriam, questão de VERGONHA NA CARA.

Quem NÃO DEVE NÃO TEME, mas, nesse caso, parece que todos TEMEM, os INDÍCIOS de TRETA são ENORMES, tanto assim que foram pedir ARREGO AO STF.

E pedido o arrego, lá no STF, FUX DEU ! 

MINISTRO SÉRGIO MORO É O GRANDE DERROTADO NA LIBERAÇÃO DE ARMAS


TODOS RIEM, MAS, O GRANDE DERROTADO (SÉRGIO MORO) FICA COM A CARA AMARRADA


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, (TENTOU) tratar com naturalidade,  sem passar recibo de sua DERROTA,  a questão da FLEXIBILIZAÇÃO da POSSE DE ARMAS conforme DECRETO assinado pelo "JAIR".

Moro não queria A AUTORIZAÇÃO PARA QUATRO ARMAS POR PESSOA, e queria a OBRIGATORIEDADE DE COFRE em residências com crianças, adolescentes e deficientes.

PERDEU !

A BANCADA DA BALA, a indústria de ARMAS levou, quase tudo o que queria, e MORO deve ter se dado conta que está em BRASÍLIA, e não mais na REPÚBLICA DO PARANÁ.

Fora a derrota de Moro, é uma IMBECILIDADE o que esse DECRETO apresenta.

Não vai ajudar em nada a questão do enfrentamento da criminalidade. Não vai contribuir em nada para aumentar a segurança.

O que o DECRETO fez foi satisfazer a INDÚSTRIA DAS ARMAS, afagar o EGO da BANCADA DA BALA, e ao longo do tempo, vai colocar nas mãos de criminosos, milhares de armas que serão roubadas ou tomadas de iludidos cidadãos comuns que pensaram poder se proteger com um revolver ou pistola, que nem mesmo sabem manusear.

A BANDIDAGEM AGRADECE AO GOVERNO BOLSONARO, pois vai ficar mais fácil e barato, conseguir armas para o ARSENAL DO CRIME.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

BOLSONARO DISPENSA POSTO IPIRANGA, FALA SOBRE ECONOMIA E APAVORA OS MERCADOS

BATEÇÃO DE CABEÇA SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA, IOF, ALÍQUOTA DE IMPOSTO DE RENDA E FUSÃO DA EMBRAER COM BOEING


Não é pouca coisa. INFORMAÇÕES DESENCONTRADAS. Desconforto na equipe econômica, Paulo Guedes CALADO e Ministro e Secretário da Receita Federal dizendo que o presidente se equivocou e que nada do que ele anunciou vai acontecer.

A BAGUNÇA e o IMPROVISO do governo abalou os mercados. Ações da Embraer desabaram e os "Homens do Dinheiro" ficaram preocupados.

Afinal quem manda  e quem decide as coisas nesse governo ?

Como pode um PRESIDENTE se mostrar tão desinformado, tão fora de sintonia, NÃO SABENDO NEM O QUE ASSINA, e fazendo afirmações que precisam de imediato ser desmentidas por subalternos ?

As Matérias mais lidas da SEMANA