segunda-feira, 1 de agosto de 2016

LEITOS DO HOSPITAL MIGUEL COUTO SÃO PARA TODA A POPULAÇÃO - VERDADE ?

AFIRMAÇÃO É DO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE 

Após uma vistoria do Ministério Público do Rio de Janeiro, provavelmente atendendo a alguma denúncia anônima, foi encontrado no Hospital Miguel Couto - Zona Sul da Cidade do Rio de Janeiro - uma ENFERMARIA / ÁREA DE ATENDIMENTO - "Padrão FIFA", ou atualizando, "PADRÃO OLIMPÍADA". O local chama a atenção pelo LUXO, LIMPEZA, AMPLITUDE, CONFORTO e EQUIPAMENTOS DE PRIMEIRO MUNDO. 

Chamou a atenção ainda dos PROMOTORES, o fato do local e todos os seus LEITOS, estarem VAZIOS, apesar dos Hospitais da CIDADE e do Estado, estarem LOTADOS de macas pelos corredores, e da conhecida falta de LEITOS de CTI.

O caso está sendo apurado, mas ontem, durante entrevista coletiva de autoridades das três esferas de governo, para falar sobre o atendimento de saúde durante os JOGOS OLÍMPICOS, o secretário municipal de saúde do Rio de Janeiro,  Daniel Soranz, negou que existam leitos de primeira e segunda classe, negou que os referidos leitos estejam reservados para participantes dos JOGOS que venham a precisar de atendimento, e garantiu que apesar dos LEITOS DE RETAGUARDA (235) que foram preparados, eles não deixarão de atender a população como um todo.

Na prática, porém, continua difícil de entender como os LEITOS / ENFERMARIA ESPECIAL do Miguel Couto não sejam de fato, privilégio para uns, enquanto que a maioria sofre nas macas frias dos corredores das emergências. 

LEIA +

As Matérias mais lidas da SEMANA