domingo, 5 de junho de 2016

SEPULTADO EM SÃO PAULO MENINO DE DEZ ANOS MORTO EM SUPOSTO CONFRONTO COM A PM

CASO MERECE INVESTIGAÇÃO SÉRIA E DE CONCLUSÃO ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA

Foi sepultado ontem o corpo do menino Italo de apenas 10 anos de idade, morto a tiros por policiais militares após furtar um carro na zona sul de São Paulo. O caso aconteceu na noite da última quinta-feira, dia 02 de junho. 

Segundo o registro da ocorrência policial, Italo, e outro menor 
de apenas 11 anos, furtaram um carro e foram perseguidos por duas equipes de policiais. Na fuga ele perdeu o controle do automóvel que dirigia e colidiu com um ônibus e um caminhão.

Os PMs dizem que, ao se aproximarem do carro, que tinha vidros escuros, foram recebidos a tiros, tendo então revidado e acertado o menino na cabeça. O outro menor foi preso sem ferimentos, e seu depoimento até agora é uma chuva de contradições, desmentidos e improbabilidades.

Familiares do menino morto dizem que ele foi executado pelos PMs, que após constatarem se tratar de uma criança, "PLANTARAM" um revólver na sua mão. 

A Corregedoria da PM abriu inquérito administrativo para apurar o caso, mas, esse caso MERECE uma apuração muito mais profunda.

Qualquer que seja a conclusão, está à sociedade brasileira diante de um fato gravíssimo.

Dois meninos de apenas 11 anos de idade furtam um carro. Os dois já tinham outras passagens por pequenos delitos cometidos, sem que nem a família ou a rede de proteção social do governo conseguissem uma intervenção capaz de impedir a repetição das ações delituosas e de reeducação das crianças.

A infância e juventude do Brasil continuam abandonadas. Quando entram em rota de colisão com essa Polícia VIOLENTA, o resultado é o que se tem nesse caso.

Resta ainda um outro problema. A dificuldade de acreditar que um menino de apenas dez anos consiga dirigir um veículo e ao mesmo tempo atirar. Mesmo parado, difícil de crer que um revólver calibre "38" lhe CAIBA NA MÃO, e ainda por cima disparado três vezes.

HÁ UM OUTRO MISTÉRIO

Segundo noticiado, o menino morto estava de "LUVAS" tipo cirúrgica !? Pouco crível que usasse essas luvas para impedir que suas digitais fossem encontradas no carro furtado. 

As Matérias mais lidas da SEMANA