domingo, 12 de junho de 2016

MASSACRE EM BOITE GAY NA CIDADE DE ORLANDO - 50 MORTOS E 50 FERIDOS


ATIRADOR USANDO UM FUZIL AR-15 ABRIU FOGO CONTRA CERCA DE 300 PESSOAS QUE PARTICIPAVAM DE UMA FESTA NO LOCAL

Um homem identificado como OMAR MATEEN, de 29 anos, abriu fogo utilizando um FUZIL AR-15 e uma Pistola AUTOMÁTICA, dentro de uma boate gay na Cidade de Orlando, na Flórida, Estados Unidos.


O MASSACRE OCORREU na madrugada deste domingo (12/06/2016), e deixou um SALDO trágico, até aqui, d epelo menos 50 mortos e mais de 50 pessoas feridas, algumas delas com bastante gravidade, e que foram socorridas em Hospitais da região.

Na BOITE estavam cerca de 300 pessoas celebrando uma festa de tema latino, quando o atirador iniciou sua ação criminosa, por volta de 2 horas da madrugada - Hora local - (3h em Brasília).

O atirador, acabou morto pela POLÍCIA depois de cercado e de ter sustentado troca de tiros por quase três horas.

Especula-se que a motivação foi HOMOFOBIA, visto que o PAI do atirador ao pedir desculpas pelo ato do filho, disse que ultimamente ele estava perturbado com questões que envolvesse GAYS e pessoas do mesmo sexo que tivessem manifestação de carinho e proximidade em público. Não está descartada, porém, a hipótese de um atentado terrorista. O FBI e a CIA investigam o caso.


Em coletiva de imprensa, as autoridades informaram que o atirador é cidadão americano, mas que a família é de fora do país (Os pais de OMAR são de nacionalidade afegã).

Segundo a Polícia, OMAR MATEEN planejou e organizou muito bem o ataque, e só NÃO CONSEGUIU MATAR um número maior de pessoas, graças a ação de um policial que estava próximo à entrada da BOITE, e ao ouvir os tiros entrou e disparou contra ele, obrigando-o a interromper o ataque para se proteger e tentar fugir do local.

A cidade de Orlando declarou estado de emergência, e o incidente é considerado o pior tiroteio em massa na história recente dos Estados Unidos. 
12/06/16 13:12
Fuso horário de Brasília

As Matérias mais lidas da SEMANA