quinta-feira, 19 de maio de 2016

BONDE VLT TEM INÍCIO DE OPERAÇÃO ADIADO PARA JUNHO

ALEGAÇÃO DA PREFEITURA: SEGURANÇA PARA USUÁRIOS - PEDESTRES E CONDUTORES DE OUTROS VEÍCULOS



A Prefeitura do Rio anunciou através de NOTA divulgada na noite de ontem, quarta-feira dia 18/05, que mais uma vez precisou ADIAR a entrada em funcionamento do VLT - Veículo Leve sobre Trilhos. 

A inauguração do sistema que entraria em operação no próximo domingo, dia 22/05, foi transferida agora para o dia 05/06.

Marcar a INAUGURAÇÃO sem condições para TAL, é a cara da afobação em inaugurar o VLT, e isso vem transformando o CENTRO do Rio de Janeiro numa imensa ÁREA de CONFUSÃO. O improviso é causa de um trânsito que segue CAÓTICO, com a inversão de MÃO de muitas RUAS, sem que uma sinalização adequada seja colocada. Já passageiros de ônibus estão completamente desorientados, sem saber onde saltar e onde embarcar nos coletivos.

Ao custo absurdamente ALTO de R$ 1,7 BILHÃO, para apenas 28 KM de extensão em "CÍRCULOS", e atendendo passageiros (parte) que chegarem ao CENTRO DA CIDADE via outros tipos de transporte, o VLT é uma escolha DUVIDOSA, que mais se parece com um FACTÓIDE. 

De fato é BONITO, tem ARES de MODERNIDADE, mas, resolverá pouco em termos de CONFORTO e REDUÇÃO DE TEMPO para a MASSA HUMANA que todos os dias DESEMBARCA na CENTRAL DO BRASIL, BARÃO DE MAUÁ, BARCAS e outros TERMINAIS.

A questão crucial de nossa CIDADE, ainda é, como chegar ao seu CORAÇÃO, sem PENAR horas dentro de carros, BARCAS, TREM e ÔNIBUS.

O VLT não oferece solução para isso. Uma linha de ônibus elétrico ou movido à BIODIESEL, faria o mesmo percurso, transportaria mais gente, e custaria muito menos. Só não daria tanta visibilidade ao PREFEITO e nem permitiria tantas licitações VULTUOSAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA