sábado, 7 de maio de 2016

ARRASTÃO E MORTE NA LINHA AMARELA - JOVEM DE 17 ANOS É BALEADA NA CABEÇA À CAMINHO DO AEROPORTO !


"CIDADE OLÍMPICA" TEM NÍVEIS DE VIOLÊNCIA INSUPORTÁVEIS E INACEITÁVEIS !

Aconteceu mais uma vez !

Aconteceu mais uma MORTE estúpida na Cidade do Rio de Janeiro.

Aconteceu mais uma vez na Linha Amarela.

Aconteceu mais uma vez em DEL-CASTILHO - Em um dos ACESSOA À VIA

Em uma SEMANA VIOLENTÍSSIMA, onde houve CHACINA NA BAIXADA FLUMINENSE, confronto com SEIS MORTOS em uma COMUNIDADE NO CENTRO DA CAPITAL DO ESTADO, talvez a morte hoje pela manhã da estudante Ana Beatriz Pereira Frade, 17, após ser baleada na cabeça durante um arrastão numa das pistas da LINHA AMARELA na zona norte da Cidade OLÍMPICA, não seja o ÁPICE da ESTUPIDEZ e do PAVOR, do jeito que as coisas estão, é PROVÁVEL que hoje e amanhã, outros episódios VIOLENTOS e graves aconteçam no Rio.

Segundo informação da Polícia, a jovem estava no banco do carona do carro dirigido pelo seu padrasto, indo em direção ao AEROPORTO DO GALEÃO, por volta das 06:30 horas de hoje. Eles iam ao AEROPORTO receber a MÃE da jovem que voltava de uma viagem.

Seis homens FORTEMENTE ARMADOS faziam um bloqueio na pista, e deram ORDEM DE PARAR aos carros que vinham em sua direção. Ainda não se sabe se com medo do que poderia acontecer, o padrasto teria tentado furar o bloqueio acelerando o carro, ou se ele simplesmente não percebeu o que acontecia, e por não parar, os criminosos atiraram diversas vezes contra o veículo, atingindo a jovem na cabeça. O PADASTRO ESTÁ INTERNADO EM ESTADO DE CHOQUE. A mãe da jovem está em ESTADO DE CHOQUE. Familiares e amigos estão desesperados e inconformados.

Além da jovem baleada e morta e do padastro da estudante, havia no carro uma criança, que estava numa cadeirinha, e não foi atingida.

Em seguida os criminosos atacaram outros veículos e acabaram levando o carro de uma policial militar, que conseguiu fugir, retirando do veículo a farda e a arma, não sendo,portanto, identificada, caso contrário poderia ser perseguida e morta.

Testemunhas informaram que arrastões são frequentes na região. 

O delegado Rivaldo Barbosa, da Delegacia de Homicídios disse que está trabalhando para identificar os criminosos.

Fica a pergunta: Como é que pode, numa VIA (e seus ACESSOS), que liga o AEROPORTO ao resto da CIDADE, cortando diversos BAIRROS da ZONA NORTE, e que tem um BATALHÃO especialmente destinado ao seu patrulhamento, sendo MONITORADA por CÂMERAS, BANDIDOS realizarem de forma ROTINEIRA, NO MESMO LOCAL, ARRASTÕES, e a POLÍCIA não se fazer presente ?

ONDE ESTÁ O ERRO ? É NO PLANEJAMENTO ? É FALTA DE EFETIVO ? É FALTA DE VIATURA E DE COMBUSTÍVEL ? É FALTA DO QUE ? 

Nota: O blog, em respeito à família, não publica a foto da jovem Beatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA