domingo, 3 de janeiro de 2016

INVASÃO DA EMBAIXADA DA ARÁBIA SAUDITA EM TEERÃ AUMENTA TENSÃO ENTRE AS NAÇÕES


A execução do CLÉRIGO XIITA NIMR AL-NIMR, um dos 47 xiitas e sunitas executados após condenação por terrorismo na Arábia Saudita, começa a ter desdobramentos preocupantes, sinalizando na direção de que poderão ocorrer episódios lamentáveis de ATENTADOS.

Após PROTESTOS vindos de diversas partes do MUNDO, a situação se agravou após o ataque contra a Embaixada da Arábia Saudita ontem (02/01/2016) à noite em Teerã.

Manifestantes que protestavam contra a execução na Arábia Saudita do clérigo, lançaram coquetéis molotov contra a Embaixada, forçaram a entrada na representação diplomática e CONSEGUIRAM invadir o local.

A polícia do Irã reprimiu a manifestação e prendeu hoje, aproximadamente 40 pessoas, conforme anunciou o procurador da capital iraniana, Abbas Jafari.

Segundo autoridades iranianas, as investigação continuam para identificar outros responsáveis pelo incidente".

Al-Nimr foi acusado pelo governo da ARÁBIA SAUDITA de ser "o impulsionador dos protestos xiitas contra o governo desde 2011", e por isso condenado e executado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA