quinta-feira, 19 de novembro de 2015

MARCHA DAS MULHERES NEGRAS É ATACADA POR GRUPO PRÓ-IMPEACHMENT EM BRASÍLIA

VIOLÊNCIA CONTRA À MULHER EM BRASÍLIA


Segundo o Jornal O Globo - Marcelo Penha, de 42 anos, policial civil do Maranhão, está preso na 5ª Delegacia de Polícia do DF. Ele foi detido por volta das 15h em flagrante por quatro disparo de arma de fogo, nas imediações do Congresso. Na última sexta-feira, ele já havia sido levado para a delegacia por portar arma em meio ao protesto dos estudantes.

Manifestantes pró-impeachment da presidente DILMA ROUSSEFF, que estão irregularmente acampados no GRAMADO do Congresso Nacional, atacaram e agrediram mulheres, que participaram ontem da MARCHA DAS MULHERES NEGRAS em BRASÍLIA. 

Os Manifestantes a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, partiram pra cima das mulheres com paus e ferros que guardam em seu acampamento. 

A Polícia Militar interviu e teve muita dificuldade para controlar a situação. Um manifestante pró-impeachment, identificado como POLICIAL, que sacou uma arma e deu tiros para o alto, além de arremessar bombas caseiras contra os participantes da Marcha, foi perseguido pela Polícia e preso, quanto tentava fugir do local.

Ninguém ficou ferido com gravidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA