sábado, 9 de agosto de 2014

ROUBO DE CARRO ACABA EM TRAGÉDIA NO BAIRRO DE BANGU - JOVEM É BALEADO NA FAVELA DO "SOSSEGO"

PARA FUGIR DE BLITZ DA LEI SECA, JOVENS ENTRARAM NA FAVELA E FORAM ALVEJADOS POR TRAFICANTES

Jovem morre após fugir de blitz da Lei Seca e entrar em favela no Rio
BRUNA FANTTI
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DO RIO - 09/08/2014 

Um jovem morreu na madrugada deste sábado (9) após fugir, em um carro roubado, de uma blitz da Lei Seca, na zona oeste do Rio.

Durante a fuga, ele entrou em uma favela para despistar os policiais, que perseguiam o veículo. Ele morreu após ser atingido por um tiro, supostamente disparado por traficantes.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem morto foi identificado como Vitor Leão, de 20 anos.

Policiais militares que estavam na blitz, no bairro de Bangu, ao perceberem que o carro deu uma marcha a ré para fugir do local, começaram uma perseguição.

Na fuga, os rapazes entraram com o veículo na favela Sossego, onde o tráfico de drogas é atuante.

Segundo a versão dos policiais, assim que o carro entrou na favela, disparos de fuzil foram feitos por traficantes locais.

Pouco tempo depois, os jovens saíram da favela e foram interceptados por outro carro da PM, que constatou a morte do jovem, atingido por um tiro de fuzil na cabeça.

Em depoimento, os amigos afirmaram que pagaram R$ 500 para ir a uma festa com o veículo.

Por conta disso, foram presos em flagrante por receptação de veículo roubado. Eles não informaram de quem teriam alugado o carro, roubado na zona oeste, no mês passado.

A perícia realizada no veículo constatou que nenhum dos disparos entrou pela traseira do carro, o que corrobora a versão dos policiais de que não teriam atirado.

Apesar disso, agentes da Divisão de Homicídios recolheram as armas dos quatro policiais militares envolvidos na ocorrência para exame de balística e, para investigar em que circunstâncias o jovem morreu.

Os amigos de Vitor foram identificados como Roberto Campos e Eduardo Reis, ambos de 20 anos.

Segundo a polícia, eles não tinham ficha criminal. Após depoimento, os dois foram transferidos para uma unidade do sistema prisional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA