segunda-feira, 5 de maio de 2014

REFORÇO DE POLICIAMENTO COMEÇA HOJE EM TODO O ESTADO DO RIO - 05/05/2014

2.000 POLICIAIS ESTARÃO NAS RUAS COMBATENDO ROUBOS A PEDESTRES E EM ÔNIBUS - ÁREAS COM ALTO ÍNDICE DE ROUBOS DE VEÍCULOS TAMBÉM DEVEM RECEBER ATENÇÃO ESPECIAL.


Reforço no policiamento do estado começa nesta segunda-feira

Aumento da violência motivou a ação. Contingente, que desempenhava funções burocráticas, passa a patrulhar ruas. Diárias por 8 horas de trabalho chegam a R$ 175

Rio - O reforço de dois mil homens no policiamento das ruas, anunciado sexta-feira pelo secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, será estendido a todo o estado. A mobilização de militares a partir desta segunda-feira não interfere no planejamento de segurança para a Copa, que também vai contar com reforço de outros dois mil policiais, divididos em dois batalhões de campanha. Como O DIA mostrou em 11 de abril, o grupo está recebendo treinamento especializado para atuar no evento e vai para as ruas dia 1º de junho.

A partir desta segunda-feira, o contingente escalado nos setores administrativos nos mais de 40 batalhões operacionais e especializados da Polícia Militar, passa a trabalhar nas folgas em Regime Adicional de Serviço (RAS), recebendo pelas oito horas de serviço extra valor que varia de R$ 150 a R$ 175. A medida, adotada a 38 dias da Copa do Mundo, pretende reduzir os altos índices de roubos no estado.

Os militares escolhidos para o chamado Plano de Mobilização das Unidades são os considerados aptos ao trabalho de rua, mas que exercem tarefas burocráticas nos batalhões. Todos eles serão empregados no reforço do patrulhamento por tempo indeterminado. Cada unidade terá autonomia para definir os locais para onde serão direcionados os reforços, de acordo com a mancha criminal da região, ou seja, os índices que apontam aumento das ocorrências em cada local.

A princípio, o policiamento extra vai ser usado para coibir os roubos a pedestres, celulares, coletivos e de veículos, que apresentaram as maiores incidências de acordo com o último levantamento divulgado pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). Foram registrados, por exemplo, 53% de aumento nos roubos a coletivos em todo o estado, em fevereiro e março, em relação ao mesmo período do ano passado.

Além das unidades operacionais, as forças de elite também serão convocadas no reforço. Agentes dos batalhões de Operações Especiais (Bope), de Choque (BPChoque) e de Ações com Cães (BAC) deverão atuar nas vias expressas e no entorno de comunidades ainda não pacificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA