domingo, 13 de abril de 2014

HOSPITAL MUNICIPAL BARATA RIBEIRO PEDE SOCORRO - FUNCIONÁRIOS DENUNCIAM ABANDONO E IRREGULARIDADES


Servidores denunciam estado de calamidade no Hospital Barata Ribeiro
Segundo funcionários, diretores não cumprem escalas de plantão e unidade está abandonada
Clique aqui para ler a matéria completa >>> Jornal do Brasil / Cláudia Freitas

A possível transferência do Instituto de Geriatria e Gerontologia (IGG) para as dependências do Hospital Municipal Barata Ribeiro, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro, é motivo de críticas dos funcionários das duas instituições. Servidores do Barata Ribeiro denunciam as precárias condições de trabalho e atendimento na unidade da prefeitura e afirmam que os seus diretores não cumprem as suas escalas de serviço, deixando o hospital entregue ao setor administrativo, que reveza os plantões com a chefia de infraestrutura e até com o faturamento. 

Segundo os servidores que pediram sigilo das suas identidades, as instalações do Hospital Barata Ribeiro estão a cada dia mais "depredadas" e "impróprias para o atendimento", oferecendo riscos de infecção para os pacientes. Com os preparativos para receber o IGG, os funcionários contam que a unidade está diminuindo a sua área de atendimento, dividindo os consultório de ortopedia para dar uma parte ao IGG e destruindo os banheiros reservados aos funcionários para alocar o setor administrativo do hospital. "Isso sem levar em conta que o IGG tem idosos que são asilados. Com certeza, não há espaço para acomodá-los com o conforto que eles estão acostumados, fora os internados", disse uma das enfermeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA