sexta-feira, 11 de abril de 2014

FAVELA DA TELERJ - REINTEGRAÇÃO DE POSSE VIRA GUERRA NO ENGENHO NOVO - IMAGENS - INCÊNDIO E DESTRUIÇÃO

INVASORES ENFRENTAM POLÍCIA E INCÊNDIOS EM PRÉDIOS E ÔNIBUS ESPALHAM FUMAÇA E MEDO POR TODO O GRANDE MÉIER

foto divulgação O Globo

A FUMAÇA E O CHEIRO FORTE DE BORRACHA QUEIMADA CHEGAM ATÉ OS BAIRROS DO LINS - TODOS OS SANTOS - ENGENHO DE DENTRO


A POLÍCIA MILITAR COMPARECEU COM 1.600 HOMENS DE VÁRIAS UNIDADES, coube ao Batalhão de Choque, cumprindo ORDEM da Justiça, iniciar a AÇÃO de reintegração de POSSE do Prédio da OI (antiga Telerj) no ENGENHO NOVO, Zona Norte da Cidade, por volta das 06:00 horas. Parte dos moradores deixou o local sem reagir, mas um número considerável resolveu resistir.


Os invasores pareciam estar organizados, visando obrigar a Polícia a se deslocar para vários pontos no entorno do local da DESOCUPAÇÃO, e as autoridades de segurança não avaliaram corretamente a dimensão do que estava para acontecer. Assim, a Polícia não conseguiu evitar que QUATRO ÔNIBUS, DOIS CAMINHÕES, ONZE CARROS fossem, total ou parcialmente incendiados. O PRÉDIO objeto da desocupação e um prédio residencial também foram objeto de tentativa de incêndio. Uma viatura da PM também foi incendiada. Os focos de incêndio espalhados estavam por vários pontos do bairro, espalhando fumaça por extensa área do GRANDE MÉIER. O clima era de tensão e insegurança para muito além do local onde o confronto tinha sua localização principal. SUPERMERCADOS e BANCOS foram alvo de ataques nos Bairros de JACARÉ, a Avenida Marechal Rondon foi interditada próximo ao acesso ao Túnel Noel Rosa. Manifestantes jogavam pedras em ônibus e tentaram fazer um arrastão.


Cerca de DOZE pessoas feridas foram atendidas no Hospital Salgado Filho no Méier, que recebeu reforço na segurança interna e externa e reservou LEITOS da Emergência e Salas no Centro Cirúrgico para qualquer eventualidade. DOIS PMs foram atendidos na unidade, um deles atingido por uma pedrada na cabeça.

VINTE E NOVE PESSOAS FORAM DETIDAS acusadas de baderna e depredação, e outras QUINZE foram presas em flagrante por saque e roubo em um SUPERMERCADO na Rua Lino Teixeira. Por volta das 14 horas a situação começou a se normalizar e todas as vias que cruzam a região estavam liberadas. 

A POLÍCIA ESTÁ DE PRONTIDÃO EM TODA A REGIÃO.

Redação BONDeblog
=========================================================


Cerca de 1.600 homens da PM participam da operação. Os invasores que ainda resistem à desocupação puseram fogo dentro do terreno e há muita fumaça negra saindo do prédio. Os policiais estão atirando bombas de efeito moral e tiros com balas de borracha para afastar os manifestantes que insistem em não deixar a área. Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Quartel do Méier está nas proximidades, mas ainda não chegou a entrar no prédio, por medida de segurança.

A todo momento, os manifestantes atiram pedras e coquetéis molotov contra os militares. Para tentar controlar a situação, a PM cercou todo o entorno da Rua 2 de Maio, e todos estão a uma distância de mais de mil metros do ponto de desocupação.

2 comentários:

  1. Escabroso isso! e para mim é um dos braços do Pig, efetuando um golpe no brasil, e a droga é a recompensa para alimentarem o ódio e a alienação aos seus serviços mediáticos, destruindo centenas ou milhares de jovens e famílias pobres pelo Brasil inteiro, lamento isso acontecer no Méier porque tenho parentes que moram nessa região, e era um bairro bastante tranquilo alguns anos atras!

    ResponderExcluir
  2. Burguesa, deveria ir morar fora do Brasil.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA