sexta-feira, 4 de abril de 2014

CRIME NO MORUMBI - MOTORISTA DO REI DA SOJA MATA COM TRÊS TIROS EX-SENADOR BOLIVIANO -

AUTOR DO HOMICÍDIO ALEGOU QUE VÍTIMA EXTORQUIA SEU PATRÃO - POLÍCIA APREENDEU ARMA DO CRIME E MAIS R$ 400 MIL

Foto BAND/UOL

A Polícia Civil investiga as circunstâncias do assassinato de um ex-senador boliviano, na manhã desta sexta-feira (4), no Morumbi, pelo motorista do empresário brasileiro Olacyr de Moraes, que ficou conhecido nos anos 1970 como o "rei da soja".

O crime ocorreu por volta das 11h30 próximo ao Palácio dos Bandeirantes, na zona oeste de São Paulo. Policiais militares em ronda ouviram tiros e encontraram o corpo do boliviano Andrés Fermín Heredia Guzmán, 60, caído na rua, ao lado de seu veículo, uma Cherokee blindada.

Em outro carro, os PMs encontraram Miguel Garcia Ferreira, 61, que estava ensanguentado e levava a arma que havia usado para atirar em Guzman. Havia ainda com ele uma sacola com R$ 400 mil.

Ferreira pegava carona com uma mulher que passava pela região e que não tem relação com o crime, de acordo com a polícia. Ele teria pedido a carona alegando que estava ferido.

Aos policiais do Deic (departamento que investiga o crime organizado), Ferreira disse ser motorista do empresário Olacyr de Moraes, que chegou a ser o maior produtor individual de soja do mundo nos anos 1970.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA