segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

TRAGÉDIA NA ZONA SUL - CINEASTA EDUARDO COUTINHO FOI ASSASSINADO À FACADAS PELO FILHO

JORNALISTA DANIEL COUTINHO AINDA TENTOU MATAR A MÃE A QUEM ESFAQUEOU, DEPOIS TENTOU O SUICÍDIO.


Tragédia coloca o CINEMA de LUTO

Como bem disse o Delegado Rivaldo Barbosa, titular da Delegacia de Homicídios que investiga o caso, foi uma tragédia completa. Segundo a Polícia quando os Bombeiros chegaram ao local - Um prédio no Bairro nobre da Lagoa - Zona Sul do Rio de Janeiro - não houve mais tempo de socorrer o cineasta Eduardo Coutinho de 81 anos que havia recebido várias facadas. Daniel Coutinho que tentou o suicídio aplicando duas facadas em seu próprio peito foi socorrido e está internado no Hospital Miguel Couto sob custódia. Segundo a Polícia, ele repetia palavras desencontradas e dizia que "tinha libertado o pai", e não há dúvidas de que ele cometeu o crime.

A mulher de Eduardo Coutinho e mãe de Daniel - Maria das Dores de Oliveira - está também no Miguel Couto e seu estado é grave, ela foi esfaqueada várias vezes, mas, conseguiu se refugiar no banheiro do apartamento, de onde pediu socorro.

Não se tem informação de que o autor do assassinato do pai, tentativa de assassinato da mãe e tentativa de suicídio - Daniel Coutinho de 41 anos - tenha passado por outros surtos anteriores ao de ontem. A Polícia vai investigar ainda a possível dependência a algum tipo de droga. Parentes e vizinhos serão chamados para depor e prestar maiores esclarecimentos sobre a tragédia.

Eduardo Coutinho, um dos mais respeitados cineastas e documentaristas do Brasil, deve ter seu corpo sepultado ainda hoje.

+ INFORMAÇÃO SOBRE O FATO >>> AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA