segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

TERRORISMO NA ROCINHA - TRÁFICO USA TÁTICA DE GUERRA, ATACA E FERE COMANDANTES DAS UPPs


TÁTICA DE AÇÃO TERRORISTA - FAVELA SEM LUZ E VÁRIAS BASES ATACADAS DE FORMA SIMULTÂNEA.


O MAJOR FREDERICO CALDAS, Comandante Geral das UPPs e a MAJOR PRICILA AZEVEDO, Comandante da UPP da Rocinha, ficaram feridos durante o ataque dos criminosos.

O que aconteceu no sábado, madrugada de DOMINGO na Favela da Rocinha, foi gravíssimo e deve merecer das autoridades da Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, e também das autoridades FEDERAIS e das FORÇAS ARMADAS, uma atenção muito especial.

De forma organizada, com um plano de ataque ao que tudo indica, previamente muito bem estruturado, e contando com um número expressivo de "SOLDADOS DO TRÁFICO", fortemente armados com FUZIS AK47 e GRANADAS, um EXÉRCITO DO TRÁFICO atacou diversas BASES de UPPs na Favela da ROCINHA. 

Poderíamos nesse momento estar informando que COMANDANTES /OFICIAIS das UPPs foram mortos no ataque, o que, felizmente não aconteceu, embora tenham ficado feridos - sem gravidade - quando se protegiam do ATAQUE à BASE onde se encontravam.

Até mesmo a hipótese de que uma BRIGA durante um PAGODE pode ter dado início ao TIROTEIO, deve ser investigada. Os criminosos podem criado uma situação para obrigar que PMs se deslocassem e ficassem então expostos. Foram separar uma suposta briga de BAR, e acabaram se defrontando com TRAFICANTES fortemente armados e em superioridade numérica. Além do fator surpresa, os traficantes usaram o expediente de deixar a FAVELA às escuras.

Por: 007contraocrime

===================================


Bope e Choque ocupam a Rocinha após madrugada de terror

Comandantes de UPPs foram feridos durante tiroteio, bandidos fecharam Túnel Zuzu Angel, moradores ficaram sem luz e reviveram guerras passadas.

Rio - Policiais dos batalhões de Choque (BPChq) e de Operações Especiais (Bope), com o apoio de 150 PMs de outras UPPs, como a dos Macacos, Cidade de Deus e Complexo do Alemão, vão reforçar o policiamento na Rocinha por tempo indeterminado. A decisão foi tomada ontem após novo confronto entre traficantes, na madrugada de domingo, na localidade conhecida como Valão, que levou pânico aos moradores.

A ousadia dos criminosos, que atiraram durante operação policial, feriu o próprio comandante das UPPs, Frederico Caldas, e a major Pricilla Azevedo, que comanda as unidades da Rocinha. Motoristas também viveram momentos de terror. Bandidos mandaram moradores atearem fogo em pneus e lixo na Autoestrada Lagoa-Barra, interditando o túnel Zuzu Angel nos dois sentidos. Motoristas voltavam pela contramão. A via só foi reaberta às 7h10.


ANGÉLICA FERNANDES , DIEGO VALDEVINO , GABRIEL SABÓIA E MARIA LUISA BARROS

3 comentários:

  1. A UPP E PROJETO FALIDO. COM UPP , OU SEM UPP A FACÇAO A.D.A CONTINUA LA PESADAO. O IMPERIO E MTO GRANDE PRENDE UM MAIS TEM OUTRO PRA FICAR DE FRENTE , O COMANDO NAO E DOIDO , DE DAR BACK NA ROÇINHA SABE QUE E SUIÇIDIO COMO DIZ , MEU MANO MAZINHO " TA MALUCO MEXER COM UNS CARA DESSE ". ROGERIO 157 BONDE DO NEM CRIA DO LULU SALDADES DO BEM-TI-VI , E AGENTE ADA LLL

    ResponderExcluir
  2. BREVE BREVE , MINEIRA COMPLEXO DO SAO CARLOS COELHO VAI VOLTAR . LIBERDADE PRO MENOR DO GROTAO, MENOR CHERU , YORK GANGAN SERA ETERNO ARITANA ETERNAMENTE. LLL ADA

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA