sábado, 24 de agosto de 2013

GREVE DOS PROFESSORES DO RIO PODE ACABAR NA SEGUNDA-FEIRA

PROFISSIONAIS DO ENSINO DÃO SHOW DE MOBILIZAÇÃO E QUEBRAM A EMPÁFIA DE EDUARDO PAES.


Os professores conquistaram muito com seu MOVIMENTO. Foi uma lição de mobilização e participação da categoria, junto aos demais profissionais de apoio, como os administrativos, merendeiras, serventes...

A categoria, com firmeza e no mais absoluto clima de respeito à LEI, protestou com criatividade e enfrentou sem temor a arrogância e ameaças do Sr. Prefeito.

Nova votação será realizada na próxima segunda-feira para decidir os rumos da greve
PALOMA SAVEDRA - O DIA

Rio - Em uma reunião há muito esperada — e cobrada — com o Sindicato dos Profissionais de Educação do Rio (Sepe) nesta sexta-feira, o prefeito Eduardo Paes voltou atrás de suas decisões e anunciou um ‘pacote de bondades’ aos professores da rede municipal, em greve há 16 dias. Depois de afirmar de maneira inflexível que iria descontar as faltas durante a paralisação, Paes aceitou devolver os valores abatidos e dar 8% de aumento à categoria (a partir de 2014). Ainda incluiu o Sepe no grupo de trabalho que vai elaborar o plano de carreira dos servidores do setor.

As negociações assinalam para o fim da greve, o que será definido em assembleia entre educadores, na segunda-feira, às 10h. O acordo foi feito depois de mais de duas horas de reunião entre Paes, a secretária de Educação, Cláudia Costin, o secretário da Casa Civil, Pedro Paulo, e sete membros do Sepe, na sede da prefeitura, na Cidade Nova.

Na segunda-feira, às 16h, haverá a primeira reunião do grupo de trabalho, com a presença do sindicato, que considera sua inclusão uma vitória. “Pela primeira vez o Sepe foi reconhecido como representante legal dos professores”, comemorou a coordenadora-geral Ivonete Conceição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA