quinta-feira, 6 de junho de 2013

PROTESTO POR AUMENTO DO PREÇO DAS PASSAGENS DE ÔNIBUS ACABA EM CONFRONTO - PM USA DE VIOLÊNCIA EXTREMA

A PM DE CABRAL NÃO PERDOA, BATE !


O Batalhão de Choque já chegou distribuindo pancada, jatos de spray de pimenta e muito tiro de bala de borracha.

Quatro são detidos após manifestação no Centro
Participantes reclamaram de violência da polícia. Uma pessoa teria ficado ferida no protesto
DIEGO VALDEVINO

Rio - Quatro pessoas foram detidas na 4ª DP (Praça da República) após a manifestação contra o aumento da passagem de ônibus no Centro do Rio, na noite desta quinta-feira, sendo dois estudantes e dois ambulantes que teriam aderido ao protesto que começou às 18h na Candelária.

Manifestantes fecharam a Avenida Presidente Vargas e quando o grupo chegou na Central do Brasil, houve confusão com policiais militares do Batalhão de Choque (BPChq), que acompanhavam o protesto.

Duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para a Coordenação de Emergência Regional, no Centro. Guilherme de Morais, 24 anos, estudante universitário, foi atingido na coxa esquerda por uma bala de borracha. Gabriel Uaconan, 21 anos, estudante que estava vestido de índio, também foi alvejado por disparo de borracha na coxa direita.

"Primeiro lançaram o gás, depois a bala de borracha. O Choque mirou as pernas dos manifestantes. Eu estava cantando e minha única arma era minha arma de reza, um chocalho. Não consigo andar direito, estou mancando, o ferimento dói", disse Gabriel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA