domingo, 31 de março de 2013

PAPA FRANCISCO PEDE PAZ NO MUNDO


 Em mensagem de Páscoa, Papa pede paz na Síria e nas Coreias

 31/03/2013 - 11h51
Internacional

Da Agência Brasil*

Brasília - Na mensagem Urbi et Orbi (da cidade para o mundo), o papa Francisco defendeu a paz ao redor do mundo. "E assim, a Jesus ressuscitado que transforma a morte em vida, peçamos para mudar o ódio em amor, a vingança em perdão, a guerra em paz. Sim, Cristo é a nossa paz e, por seu intermédio, imploramos a paz para o mundo inteiro", disse o papa, na primeira mensagem de Páscoa.

Francisco apelou pela paz na África, na Ásia e no Oriente Médio, principalmente na Síria. "Paz para o Oriente Médio, especialmente entre israelitas e palestinos, que sentem dificuldade em encontrar a estrada da concórdia, a fim de que retomem, com coragem e disponibilidade, as negociações para pôr termo a um conflito que já dura há demasiado tempo", disse.

"Paz no Iraque, para que cesse definitivamente toda a violência, e sobretudo para a amada Síria, para a sua população vítima do conflito e para os numerosos refugiados, que esperam ajuda e conforto. Já foi derramado tanto sangue [...] Quantos sofrimentos deverão ainda atravessar antes de se conseguir encontrar uma solução política para a crise?"

Francisco, o primeiro latino-americano a se tornar papa, foi escolhido há pouco mais de duas semanas, após a renúncia de Bento XVI.

O papa iniciou a mensagem desejando “Boa Páscoa” aos fiéis, que acompanhavam na Praça de São Pedro. Ele ainda se referiu ao Mali, ao Congo e a República Centro-Africana, além da Nigéria. "Paz para a Ásia, sobretudo na península coreana, para que sejam superadas as divergências e amadureça um renovado espírito de reconciliação", disse.

Francisco conclamou pelo fim do tráfico de pessoas. "Paz para o mundo inteiro, ainda tão dividido pela ganância de quem procura lucros fáceis, ferido pelo egoísmo que ameaça a vida humana e a família – um egoísmo que faz continuar o tráfico de pessoas, a escravatura mais extensa neste século vinte e um".

O papa Francisco já impôs um novo estilo no Vaticano. Desde sua eleição, tem adotado costumes mais simples. Ele continua vivendo na residência de Santa Marta e não se mudou ao Palácio Apostólico. Ele também costuma almoçar com outros padres em um refeitório interno. Na quinta-feira (28), o papa lavou os pés de detentos.

Após as celebrações da Páscoa, Francisco deverá se centrar na burocracia vaticana, indicando novos nomes para postos-chave da Igreja, como a Secretaria de Estado.

* Com informações da Rádio Vaticano e BBC Brasil

Edição: Carolina Pimentel

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA