quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

MULHER É BALEADA E MORTA NA BARRA DA TIJUCA - CRIME NA ENTRADA DO RESIDENCIAL PENÍNSULA

Na Barra da Tijuca, na entrada de um condomínio Residencial de luxo, o Condomínio Península, Rita de Cássia, 56 anos, funcionária da Petrobras, foi morta com dois tiros. A Delegacia de Homicídios está investigando a ocorrência. Tudo leva a crer que a vítima tenha tentado fugir de um assalto e foi alvejada pelos criminosos, que não roubaram nada. Outras hipóteses porém não estão descartadas. Como se vê, A VIOLÊNCIA não tem "fronteiras".

Polícia investiga morte de funcionária da Petrobras na Barra da Tijuca


Rio - A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil investiga a morte da funcionária da Petrobras Rita de Cássia Pimenta, de 56 anos, atingida por dois tiros dentro do próprio carro, na noite desta quarta-feira, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ela chegava em casa, em um condomínio de luxo. Ainda não se sabe se ela foi executada ou vítima de uma tentativa de roubo. Nada foi levado.



O crime ocorreu por volta das 21h, na Avenida João Cabral de Melo Neto. A via é um dos acessos ao conjunto de prédios do Condomínio Residencial Península, onde Rita de Cássia morava. PMs do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) e bombeiros do quartel da Barra da Tijuca já encontraram a funcionária da Petrobras.

Agentes da DH acreditam na hipótese da vítima ter sido atingida com veículo ainda em movimento e colidido com o meio-fio. Imagens de câmeras de segurança da região serão analisadas pela especializada. A identificação dos suspeitos e a avaliação da dinâmica da ação podem ficar prejudicadas devido a distância do aparelho para o local do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA