quarta-feira, 30 de maio de 2012

NA ROTA DA MORTE - EXECUÇÃO É NARRADA POR 12 MINUTOS


Segundo o Comando da Polícia Militar de São Paulo, a testemunha que denunciou a ação de policiais que executaram um homem que havia sido detido por eles, suspeito de integrar uma quadrilha de assaltantes, ficou por 12 minutos ao telefone, passando ao 190 o que ocorria. A testemunha teria ainda usado um celular para gravar imagens da ação.

Três PMs da ROTA estão presos.

LEIA + AQUI
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,por-12-minutos-testemunha-relata-tortura-e-execucao,879665,0.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA