quarta-feira, 30 de novembro de 2011

JUSTIÇA DO TRABALHO PARA EM TODO O BRASIL



Mais de 70% dos juízes do Trabalho aderiram à paralisação, diz Anamatra


30/11/2011 - 17h14


Luana Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Em todo o país, mais de 70% dos juízes do Trabalho paralisaram suas atividades hoje (30) em manifestação por reajuste salarial e melhores condições de trabalho, segundo a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). A paralisação ocorre na Semana Nacional da Conciliação e também reúne juízes federais de todo o Brasil.

O presidente da Anamatra, Renato Sant'Anna, disse que, em alguns estados, a paralisação atinge quase 100% das varas do Trabalho, caso do Paraná, Tocantins e do Distrito Federal. Mesmo em Santa Catarina, onde a adesão ao movimento foi menor, pelo menos 40% dos juízes paralisaram os trabalhos.

A estimativa da Anamatra é que a paralisação atinja 20 mil audiências que estavam marcadas para hoje. Segundo Sant'Anna, os juízes estão nos fóruns e podem analisar casos considerados urgentes. “Ficaram suspensos os atos ordinários: audiências, despachos e sentenças, mas os juízes poderão avaliar a urgências”, explicou, durante um ato público no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, em Brasília.

Além da defasagem salarial, a categoria argumenta que trabalha sem garantia de segurança. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pelo menos 200 juízes estão sob ameaça de morte em todo o país. “É um nível bastante básico de reivindicações, mas temos encontrado muita dificuldade de diálogo com as cúpulas dos poderes, por isso chegamos a essa paralisação”, disse Sant'Anna.

O presidente da Associação dos Procuradores do Trabalho, Sebastião Caixeta, disse que o Ministério Público é solidário à causa dos juízes. “A magistratura e o Ministério Público não podem desempenhar suas funções sem ter seus direitos reconhecidos. Precisamos esclarecer a população da justeza das nossas reivindicações, que são direitos básicos e fundamentais de todos os trabalhadores brasileiros”.

Edição: Rivadavia Severo

sábado, 19 de novembro de 2011

“NEM” É TRANSFERIDO PARA PRESÍDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA


O traficante “Nem” foi transferido na manhã de hoje para a Penitenciária de Segurança Máxima de Mato Grosso.

Sob forte escolta ele saiu do Complexo Penitenciário de Bangu. O Comboio de 11 veículos foi até o Aeroporto Santos Dumont, com os presos (Nem, Coelho, Carré e Peixe) entregues à Polícia Federal e embarcados num avião da Instituição.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

CAMPANHA NACIONAL DO DESARMAMENTO - 31.800 ARMAS ENTREGUES





Daniella Jinkings

Repórter da Agência Brasil


Brasília – Em vigor há seis meses, a Campanha Nacional do Desarmamento recolheu 30,8 mil armas de fogo em todo o país. De acordo com o Ministério da Justiça, o número de armas arrecadadas nos primeiros seis meses de campanha se aproxima do total entregue na campanha de 2008/2009: 31,8 mil armas de fogo.

O balanço divulgado hoje (16) pelo ministério mostra que os revólveres são a maior parte das armas entregues: 15,4 mil. Também foram recolhidas mais 4,4 mil armas de grande porte, como espingardas, rifles e fuzis.

O Rio Grande do Sul assumiu a melhor posição no ranking que avalia a relação entre população e armas devolvidas. São 34 armas entregues para cada 100 mil habitantes do estado. Pernambuco (22,2 armas por 100 mil habitantes), Rio de Janeiro (21 armas por 100 mil), Acre (19,9 armas por 100 mil) e São Paulo (19,7 armas por 100 mil) completam a lista dos cinco estados com maior número de devoluções.

Segundo o ministério, foram pagos até o momento R$ 2,8 milhões em indenizações. Além disso, acordos de cooperação com 21 estados permitiram o cadastro de 1.856 postos de recolhimento espalhados pelo país. Até o fim deste ano, o governo quer firmar parcerias com os estados do Amapá, Amazonas e Tocantins.

A campanha segue até 31 de dezembro. Segundo o ministério, depois dessa data, as entregas continuarão sendo aceitas, mas as pessoas que decidirem se desarmar não serão indenizadas.

Delegacias da Polícia Civil, postos da Polícia Rodoviária Federal, batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e unidades das Forças Armadas funcionam como postos de coleta.

As unidades autorizadas para coleta de armas estão relacionadas na página eletrônica oficial da campanha:http://www.entreguesuaarma.gov.br/.

Edição: João Carlos Rodrigues

terça-feira, 15 de novembro de 2011

A OCUPAÇÃO DA ROCINHA – ENCONTRADO CEMITÉRIO E ARSENAL NO ALTO DA FAVELA.



 Foto O Dia

A apreensão de armas e de drogas nas favelas da Rocinha e do Vidigal recebeu ontem, novo impulso. Com a ajuda de moradores que vem apontando possíveis locais onde o material do tráfico pode estar enterrado, a polícia conseguiu chegar ao expressivo número de 170 armas entre (fuzis, metralhadoras, pistolas, granadas e até duas bazucas) apreendidos.

Uma Central de “gatonet” foi desativada, e, mais material para refino de cocaína encontrado. A polícia prossegue tentando localizar integrantes da facção criminosa que dominava a favela.

No alto do Vidigal e da Rocinha a polícia faz “escavações” para localizar além de mais material enterrado, possíveis corpos de vítimas e desafetos dos traficantes. 

domingo, 13 de novembro de 2011

OCUPAÇÃO DA ROCINHA – BANDEIRAS HASTEADAS E UM FRACO RESULTADO DE APREENSÕES.



As forças de segurança hastearam as bandeiras do Brasil e do estado do Rio de Janeiro no alto da favela da Rocinha, como um marco do sucesso da operação de ocupação de uma das maiores favelas do mundo e que foi até ontem território livre para o tráfico e para o crime.

O resultado da ocupação das três favelas (Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu) e do trabalho de busca realizado pela policia visando prender criminosos e localizar, armas e drogas, é até o momento pífio.

Apenas 13 armas e 02 granadas foram encontradas. Além disso, motos e algumas carcaças, morteiros, radiotransmissores, máquinas caça-níquel e produtos piratas, como CDs e calçados. Nenhuma prisão significativa foi realizada. 100 Kg de maconha teriam ainda sido encontrados.

O trabalho da polícia continua, toda a região está tranqüila, com o trânsito liberado nas principais vias próximas às favelas. Alguns moradores manifestaram sua esperança por dias melhores.

Fica, porém, certo ar de surpresa. Onde foram parar os 200 soldados do tráfico e suas armas, e qual o motivo dos principais chefes do tráfico terem ficado na favela até o último momento, acabando por cair em poder da polícia.

FALTA SANGUE NOS HOSPITAIS DO RIO DE JANEIRO - HEMORIO PRECISA DE DOADORES


O HEMORIO está com seu estoque de sangue em nível crítico. Cirurgias eletivas estão sendo canceladas em vários Hospitais, e com isso fazendo o sofrimento de quem tem que esperar para ser operado e ter seu problema de saúde resolvido. 

Se você pode doar sangue, procure o HEMORIO e ajude a salvar vidas e minorar sofrimentos.

HEMORIO
http://hemorio.org.br/

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

TRAFICANTE NEM JÁ ESTÁ PRESO NO COMPLEXO DE PENITENCIÁRIAS DE BANGÚ


Cercado de toda a segurança, num comboio que incluiu até uma viatura do tipo Caveirão, o grupo de traficantes e comparsas da favela da Rocinha, entre eles "Nem", foi levado na manhã de hoje para a Penitenciária de Segurança no Complexo de Bangú.  O governo do Estado já se manifestou pela imediata transferência dos presos para um presídio federal fora do Estado do Rio de Janeiro.

PRESO O TRAFICANTE NEM DA ROCINHA


O DIA EM QUE O TRÁFICO PERDEU !!!
Leia aqui e assista ao vídeo
<>

domingo, 6 de novembro de 2011

CINEGRAFISTA DA TV BANDEIRANTES É BALEADO E MORTO DURANTE CONFRONTO NA FAVELA DE ANTARES.



O jovem Gelson Domingos - foto reprodução

O cinegrafista da TV Bandeirantes, Gelson Domingos, morreu na manhã de hoje ao ser baleado no peito por um tiro de fuzil disparado por traficantes que travavam no momento do ocorrido, intenso confronto com policiais militares do BOPE e do Batalhão de Choque na favela de Antares, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro.

Gelson foi baleado na rua do Valão quando gravava imagens dos traficantes, tendo inclusive, segundo informações não confirmadas, filmado o homem que lhe atingiu mortalmente. O profissional da Televisão estava com colete a prova de balas, mas, mesmo assim não resistiu ao ferimento.

No local, que continua ocupado pela polícia, morreram outros quatro homens, todos apontados pela polícia como traficantes.

A SSP e a TV Bandeirantes divulgaram nota lamentando o ocorrido.

sábado, 5 de novembro de 2011

INUNDAÇÃO NA PRAÇA DA BANDEIRA E QUEDA DE BARREIRA NA GRAJAÚ-JACAREPAGUÁ – PREPARANDO PARA O PIOR. - VIDEO




A PREFEITURA DO Rio de Janeiro através da DEFESA CIVIL realiza no Domingo (06/11) uma simulação de temporal na Cidade, com enchente da Praça da Bandeira e queda de barreiras na Estrada Grajaú- Jacarepaguá. As duas áreas ficarão interditadas entre 9 e 10 horas, e todo um aparato de órgãos municipais será mobilizado para que se possa preparar o pessoal para as possíveis e prováveis ocorrências reais no próximo verão.

O Centro de Observação da Prefeitura estará em estado simulado de alerta e o prefeito Eduardo Paes vai acordar cedo nesse domingo. Ele será ainda na madrugada “alertado” para a chegada de uma tempestade sobre a cidade e deverá estar no Centro por volta das 07 horas de amanhã.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

ESTÁDIO DO ENGENHÃO - DESORDEM POR DENTRO E POR FORA

ARTE - O DIA ON LINE

Policiamento insuficiente e ineficiente, perturbação da ordem de todo tipo, constrangimento de moradores, caos no trânsito, estacionamento irregular, sujeira e CAMBISTAS. Esse é o "cenário" que se repete a cada partida de futebol no Engenhão (Estádio João Havelange) - Engenho de Dentro. O entorno do Estádio e até no seu interior os cambistas fazem a festa.


Leia essa matéria do Jornal O Dia
http://odia.ig.com.br/portal/ataque/html/2011/11/exclusivo_gangue_do_ingresso_age_dentro_do_engenhao_204044.html

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O NOVO CENÁRIO DA MANGUEIRA – 18ª. UNIDADE DE POLÍCIA PACIFICADORA É INAUGURADA.



O Governador Sérgio Cabral, toda a cúpula da Secretária de Segurança Publica e outras autoridades do Estado, participaram no dia de hoje da concorrida solenidade de inauguração da UPP da Mangueira. Os moradores compareceram em peso para a cerimônia, mas, ainda é visível o cuidado em não aparecer dando entrevistas e declarações de apoio a presença da Polícia.

Além da Mangueira, outras oito Comunidades serão atendidas pelo novo modelo de segurança, que contará com 403 policiais militares, a maioria deles (cerca de 300) formados recentemente.

Com a nova UPP o Maracanã em todo o seu entorno estará coberto por UPPs e passa a ser de aproximadamente 300 mil, o número de moradores de comunidades da Cidade do Rio de Janeiro que saem do jugo do tráfico ou das milícias.

O governo do Estado do Rio promete parcerias que levem para as comunidades da Mangueira, serviços públicos e oportunidades. As prioridades dos “mangueirenses” já estão definidas por eles mesmos. Água, Saúde, Educação, Emprego e o fim das drogas.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

MARCELINHO NITERÓI É MORTO NA MARÉ DURANTE AÇÃO INTEGRADA DA POLÍCIA.



Um dos mais procurados traficantes do Brasil, considerado o segundo na hierarquia da facção criminosa a que pertence, Marcelinho Niterói foi morto na noite de ontem durante uma ação que reuniu a Polícia Federal, Polícia Militar (BOPE) e Polícia Civil, que utilizou um helicóptero blindado e com visão de câmera noturna.

Cercado na localidade Parque União, onde estava escondido na Rua Ari Leão desde sua provável fuga do Complexo do Alemão, Marcelinho que contava com uma numerosa escolta de criminosos bem armados, tentou fugir e reagiu a aproximação do comboio de policiais.

Na intensa troca de tiros o criminoso acabou atingido duas vezes, uma na cabeça e outra no tórax. Os policiais apreenderam em poder dele duas armas, sendo uma de calibre 45. Gravemente ferido Marcelinho Niterói ainda foi socorrido pelos policiais que o levaram para o HGBonsucesso onde já chegou morto.

 A atuação da Polícia Federal no combate ao tráfico no Complexo da Maré se soma aos esforços para a ocupação dessa favela estratégica para a segurança da cidade do Rio de Janeiro. No local será instalado uma Unidade do BOPE e UPPs, o que espera-se trará reflexo positivo com a queda de ações criminosas na Linha Vermelha.

Correção: No post anterior foi publicada a informação errada sobre onde o traficante Fernandinho Beira-Mar encontra-se preso. A informação correta é no Presídio de Mossoró - RN.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

POLÍCIA MATA TRAFICANTE MARCELINHO NITERÓI – AÇÃO FOI NO COMPLEXO DA MARÉ.


Na foto: Fernandinho Beira Mar (preso em Catanduva) e Marcelo Niterói, morto na noite de hoje.

Uma ação integrada da qual participaram as polícias Federal, Militar e Civil realizada na noite de hoje no Complexo da Maré, acabou com a morte de dois traficantes, um deles identificados como sendo Marcelinho Niterói, dos mais procurados e “importantes” criminosos do país.

O confronto entre Marcelinho Niterói e as forças policiais aconteceu no Parque União.

Integrantes do BOPE disseram que os traficantes estavam fortemente armados e portavam pequena quantidade de drogas. Após ser baleado, Marcelinho foi socorrido e levado para o Hospital Geral de Bonsucesso. Segundo informação do Hospital, ele já chegou morto, assim como outro traficante que não foi identificado.

Homem de confiança do também traficante Fernando Beira-Mar, Marcelinho era o responsável por trazer droga do Paraguai e Bolívia e fazer a distribuição entre os locais de venda dominados pela facção criminosa a que pertencia.

A Polícia Federal é quem vai fazer o registro da ocorrência.


OBS. Segundo um leitor do blog nos informa em comentário, Fernandinho Beira-Mar encontra-se preso na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande MS e não em Catanduvas.

As Matérias mais lidas da SEMANA