sábado, 8 de outubro de 2011

Prefeitura do Rio lança campanha contra dengue nas escolas


Flávia Villela
Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Para tentar reverter o quadro de epidemia de dengue previsto para o próximo verão, a prefeitura do Rio de Janeiro lançou hoje (7) o Dia D de Combate à Dengue nas escolas e creches municipais. O lançamento ocorreu na Escola Municipal Benedito Ottoni, no Maracanã, zona norte da cidade. As crianças receberam o Kit Dengue, que inclui cartazes e DVD com informações gerais a respeito da doença. Todas as escolas com turmas do 1º ao 5º ano receberam o kit.
O prefeito Eduardo Paes disse que, embora o governo municipal esteja em um estágio avançado no combate à dengue, sem a participação maciça da população a previsão é que o Rio tenha a pior epidemia do verão de 2012.
“Temos um número bom de agentes de saúde, temos o fumacê [inseticida que elimina o mosquito], temos o Programa Saúde da Família. Mas apesar de tudo isso tenho convicção de que esta será a pior epidemia da história. Espero estar errado, mas é importante que as pessoas colaborem. Pelo menos dois terços dos casos são pessoas que têm criadouro em casa”, destacou Paes.
Aluna do 5º ano, Ana Clara Soares, 11 anos, disse que vai repassar tudo que aprendeu sobre a dengue para a família e amigos e que vai fiscalizar a vizinhança. “Não pode deixar água parada senão vai ficar muito ovo e muito mosquitinho. Uma amiga minha já teve dengue, dá febre alta, mancha e dor no corpo. É muito perigoso.”
Na parte da manhã, a prefeitura promoveu a 5ª Caminhada de Mobilização contra a Dengue. Profissionais de saúde e voluntários caminharam por ruas da cidade buscando identificar focos do mosquito Aedes aegypti.
No dia 1º de setembro, o prefeito decretou estado de alerta contra a dengue na cidade. Entre as medidas anunciadas à época estão a duplicação do número de agentes de vigilância em saúde, a ampliação do número de polos de atendimento e a aquisição de novos carros e equipamentos.
Amanhã, durante a reunião bimestral de pais, realizada em todas as escolas, todos os responsáveis pelas crianças receberão um panfleto com informações sobre a doença e como preveni-la. Estão previstas palestras com técnicos da Secretaria de Saúde, até o final do ano, para professores e alunos. Além disso, o tema será incluído no programa pedagógico.
Até o fim do próximo verão, haverá mutirões para identificar e eliminar focos do mosquito causador da doença nos bairros da cidade.
Edição: Juliana Andrade

Um comentário:

  1. Bond, muito bom o material recebido nas escolas, toda sexta feira o plano de aula tem que ser sobre a Dengue, as crianças cantam musiquinhas, os professores usam a criatividade, as crianças adoram e aprendem.
    Enquanto a população e os governantes não se conscientizarem, a doença não será erradicada.
    Na escola que eu trabalho está sendo feito um excelente trabalho, já fizemos um trabalho na comunidade escolar, onde as próprias crianças foram às ruas juntamente com professores pra um trabalho de conscientização.
    Grande abraço!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA