segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

POLÍCIA DIZ TER IDENTIFICADO QUEM ERROU NA APLICAÇÃO DE MEDICAÇÃO QUE MATOU MENINA EM SÃO PAULO.


A polícia Civil de São Paulo pode ter identificado a funcionária da área de enfermagem do Hospital São Luiz Gonzaga que injetou vaselina líquida no lugar de soro, durante a aplicação de medicação na menina Sthephanie dos Santos Teixeira.

Na última sexta-feira, Sthephanie de 12 anos, foi levada ao Hospital e teve seu quadro avaliado como sendo de uma virose, ela apresentava diarréia, febre e dores abdominais. A menina começou a passar mal ao receber a terceira bolsa do que deveria ser soro, mas, aparentemente por um erro, era vaselina. Com embolia, depois de ser transferida para a Santa Casa de Misericórdia, a menina faleceu.

A polícia solicitou que lhe seja entregue o prontuário médico da menina e os frascos de soro e vaselina usados em Sthephanie, para dar prosseguimento a investigação do caso..
<>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é importante registro de sua visita e a expressão da sua opinião.

As Matérias mais lidas da SEMANA